domingo, 4 de dezembro de 2011

Sprint Planning e o testador...

Antes de falar sobre o papel do testador em uma das cerimônias do Scrum, trarei neste post um resumo do que é o Sprint Planning.

O Scrum Guide nos diz que o Sprint Planning é ...
... um evento onde será feito o planejamento do trabalho que será executado durante todo o Sprint. Este plano é criado pelo trabalho colaborativo de toda a equipe do Scrum.

Buscando no Google sobre Sprint Planning, podemos encontrar o seguinte resumo:  
Antes de todo sprint, o product owner, o scrum master e a equipe decidem no que a equipe irá trabalhar durante o próximo sprint. O product owner mantém uma lista priorizada de itens de backlog. A Equipe seleciona itens do topo do backlog do produto. Eles selecionam somente o quanto de trabalho eles podem executar para terminar. A equipe então planeja a arquitetura e o design de como o backlog do produto pode ser implementado. Os itens do backlog do produto são então destrinchados em tarefas que se tornam o backlog do sprint.

Para complementar o nosso raciocínio quanto ao Sprint Planning, é possível extrair mais algumas orientações no Scrum Guide em relação à condução da cerimônia. São elas:

É fixa em oito horas para um Sprint de um mês. Para Sprints mais curtos, o evento é proporcionalmente menor.

É dividida em duas partes, cada uma tendo a metade do tempo fixo, dedicado à reunião de planejamento do Sprint. A primeira parte do evento tem como objetivo definir o que vai ser entregue como resultado do incremento do próximo Sprint. Já a segunda parte do evento tem como objetivo definir como será realizado o trabalho necessário para entregar o Incremento.


Muitos se perguntam como o testador, e agora um membro da equipe, pode atuar nesta cerimônia. Por este motivo, vamos responder a seguinte pergunta: Quais são as atribuições de um testador durante a Sprint Planning?

E a resposta...

- O testador entenderá cada User Story e os critérios de aceitação de cada uma delas;

- Através dos conhecimentos e aptidões na área de qualidade, eles ajudarão a enriquecer os critérios de aceitação falando diretamente com o Product Owner;

- Participarão da estimativa como um todo (não apenas com uma visão de qualidade). Isso lhes dará um entendimento melhor sobre o projeto e uma abordagem ampla sobre o desenvolvimento;

- Eles opinarão e discutirão junto com o time sobre o design do desenvolvimento;

- Discutirão sobre a quebra de tarefas para cada User Story em de acordo com a definição de Done.

O membro do time com o perfil voltado para qualidade é de extrema importância para o bom andamento do Sprint. Ressalto que ele precisa estar envolvido durante todo o projeto e cerimônias, não somente no momento da execução dos testes. 

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

[Apresentação] TDC2011 - Desmistificando Agile Testing

Este ano, no evento TDC2011, a Tatiane Fukuda ministrou uma palestra com o seguinte tema "Desmistificando Agile Testing". Gostei bastante do material, por este motivo resolvi compartilhar com vocês.

Os slides de número 124, 125, 126, 127 e 128 mostram os quadrantes sobre teste ágil do livro Agile Testing da Lisa e Janet. Excelente!!! Em breve escreverei um post falando desta visão.


What’s an Agile Tester? We define an agile tester this way: a professional tester who embraces change, collaborates well with both technical and business people, and understands the concept of using tests to document requirements and drive development. Agile testers tend to have good technical skills, know how to collaborate with others to automate tests, and are also experienced exploratory testers. They’re willing to learn what customers do so that they can better understand the customers’ software requirements. 
Who’s an agile tester? She’s a team member who drives agile testing. We know many agile testers who started out in some other specialization. A developer becomes test-infected and branches out beyond unit testing. An exploratory tester, accustomed to working in an agile manner, is attracted to the idea of an agile team. Professionals in other roles, such as business or functional analysts, might share the same traits and do much of the same work.
Parte do livro "Agile Testing: A Practical Guide for Testers and Agile Teams" da Lisa Crispin e Janet Gregory.